terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Chuvas provocam morte de peixes criados em cativeiros na barragem de Umari

A queda do nível de oxigênio provocada pela lâmina d’água das chuvas desta segunda-feira (18) é a causa mais provável para a mortandade de peixes registrada na Barragem de Umari, em Upanema, que está com aproximadamente 26% de sua capacidade total.
Ao todo, são cerca de 400 tanques para criação de peixes, que estão divididos entre 13 sócios da Cooperativa de Criadores de Peixes do Rio Grande do Norte – COPIRN, e outros três da Colônia de Pescadores de Upanema (Z-52). Os pescadores do município foram surpreendidos na manhã desta terça-feira (19), ao chegarem ao local e verem os peixes boiando no espelho d’água.
Entre todos os viveiros, 80 deles são de propriedade do empresário Alberto Padilha, que diz ser impossível avaliar os prejuízos, já que a maior parte dos peixes dos seus viveiros morreram. Apenas os peixes dos tanques distantes das margens conseguiram sobreviver.
A estimativa do presidente da Colônia de Pescadores de Upanema, Dedé de Cafú, é que 80 mil quilos de peixes morreram. O Idema já entrou em contato com a Prefeitura de Upanema, que está dando total apoio aos produtores. (Robson Pires)