segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Alerta: Hospital Giselda Trigueiro passa a atender apenas com encaminhamento a partir de hoje (18)

G1 RN - O atendimento no Hospital Giselda Trigueiro, na Zona Oeste da capital potiguar, muda a partir desta segunda-feira (18). A unidade receberá apenas pacientes encaminhados da assistência básica de saúde (UPAs, postos de saúde ou Hospital de Natal). O objetivo da mudança é melhorar a qualidade do atendimento nos casos de emergência de pessoas que realmente tenham doenças infectocontagiosas.
Durante esta semana, o hospital vai relizar a orientação dos pacientes. A regulação do fluxo dos pacientes será feita pelo Complexo Estadual de Regulação, que funciona na sede da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Assim, o paciente, ao invés de se dirigir diretamente ao Giselda Trigueiro, deve procurar atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima, onde passará por uma avaliação médica, que definirá a necessidade de ser ou não encaminhado para o HGT, conforme o perfil hospitalar.
Segundo Célia Pereira, diretora médica do Giselda Trigueiro, "dessa forma será possível oferecer à população um serviço de maior qualidade e resolutividade". Ela explicou que a medida foi tomada com base na pactuação entre a Sesap e a Secretaria de Saúde de Natal, existente desde 1º de janeiro de 2014. Desde então, os processos de descentralização das profilaxias antirrábica e antitetânica evoluíram, assim como a construção de linhas de cuidado no âmbito do hospital e das secretarias municipais de saúde.
A recente inauguração do Hospital Municipal de Natal, a implantação e funcionamento das UPAs de Pajuçara e Cidade da Esperança, além de outras UPAs em fase de construção (Potengi e Cidade Satélite) darão suporte à efetivação da regulação do HGT.
Hospital
O Hospital Giselda Trigueiro (HGT), instituição de caráter público, caracteriza-se por ser um serviço de assistência especializada de nível terciário à saúde, sendo referencia para o Rio Grande do Norte em: Doenças Infecciosas, Informação Toxicológica e Imunobiológicos Especiais.
Principais Serviços Oferecidos: Urgência e Emergência com atendimento 24 horas em Doenças Infecciosas para adultos e crianças, profilaxia anti-rábica, antitetânica, antipeçonhenta onde são realizados em média 6.000 atendimentos/mês. O Centro de Referencia em Imunobiológicos Especiais (CRIE) e o Centro de Informação Toxicológica (CIT), também funcionam durante as 24 horas, com atendimento a rede pública e privada.  Presta também atendimento ambulatorial especializado em: Infectologia, Doenças de Chagas, Tuberculose, Hepatites, Hanseníase e HIV/AIDS, realizando em media 1.300 atendimentos/mês. Internação em regime de Hospital Dia para pessoas que convivem com HIV/AIDS, bem como serviços de Apoio ao Diagnóstico e tratamento - SADT, Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia, Farmácia, Psicologia, Serviço Social e PID.
Realiza em média 110 internações por mês. Para isto, destina sua capacidade de 103 leitos de internação distribuídos em quatro enfermarias compartilhadas; unidade de Terapia intensiva e Isolamentos; além de 16 leitos de observação no Pronto Socorro e 05 leitos em regime de Hospital Dia para pessoas que convivem com HIV/AIDS, atendendo desta forma os princípios finalísticos do Sistema Único de Saúde (SUS), ou seja, Universidade, Equidade e Integralidade da assistência à saúde, com organização dos processos de trabalho e do atendimento através de parâmetros técnicos, éticos, humanitários e de solidariedade.
Conta também com serviços de apoio, tais como: Serviço de Análises Clínicas e Microbiológicas; Comissão de Controle de Infecção Hospitalar; Serviço de Suporte Nutricional e Dietético; Serviço de Assistência Farmacêutica; Serviço de Diagnóstico por Imagens; Serviço de Assistência Social; Residência Médica em Infectologia; Serviço de Enfermagem; Serviço de Fisioterapia.