Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Alerta: Hospital Giselda Trigueiro passa a atender apenas com encaminhamento a partir de hoje (18)

G1 RN - O atendimento no Hospital Giselda Trigueiro, na Zona Oeste da capital potiguar, muda a partir desta segunda-feira (18). A unidade receberá apenas pacientes encaminhados da assistência básica de saúde (UPAs, postos de saúde ou Hospital de Natal). O objetivo da mudança é melhorar a qualidade do atendimento nos casos de emergência de pessoas que realmente tenham doenças infectocontagiosas.
Durante esta semana, o hospital vai relizar a orientação dos pacientes. A regulação do fluxo dos pacientes será feita pelo Complexo Estadual de Regulação, que funciona na sede da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). Assim, o paciente, ao invés de se dirigir diretamente ao Giselda Trigueiro, deve procurar atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima, onde passará por uma avaliação médica, que definirá a necessidade de ser ou não encaminhado para o HGT, conforme o perfil hospitalar.
Segundo Célia Pereira, diretora médica do Giselda Trigueiro, "dessa forma será possível oferecer à população um serviço de maior qualidade e resolutividade". Ela explicou que a medida foi tomada com base na pactuação entre a Sesap e a Secretaria de Saúde de Natal, existente desde 1º de janeiro de 2014. Desde então, os processos de descentralização das profilaxias antirrábica e antitetânica evoluíram, assim como a construção de linhas de cuidado no âmbito do hospital e das secretarias municipais de saúde.
A recente inauguração do Hospital Municipal de Natal, a implantação e funcionamento das UPAs de Pajuçara e Cidade da Esperança, além de outras UPAs em fase de construção (Potengi e Cidade Satélite) darão suporte à efetivação da regulação do HGT.
Hospital
O Hospital Giselda Trigueiro (HGT), instituição de caráter público, caracteriza-se por ser um serviço de assistência especializada de nível terciário à saúde, sendo referencia para o Rio Grande do Norte em: Doenças Infecciosas, Informação Toxicológica e Imunobiológicos Especiais.
Principais Serviços Oferecidos: Urgência e Emergência com atendimento 24 horas em Doenças Infecciosas para adultos e crianças, profilaxia anti-rábica, antitetânica, antipeçonhenta onde são realizados em média 6.000 atendimentos/mês. O Centro de Referencia em Imunobiológicos Especiais (CRIE) e o Centro de Informação Toxicológica (CIT), também funcionam durante as 24 horas, com atendimento a rede pública e privada.  Presta também atendimento ambulatorial especializado em: Infectologia, Doenças de Chagas, Tuberculose, Hepatites, Hanseníase e HIV/AIDS, realizando em media 1.300 atendimentos/mês. Internação em regime de Hospital Dia para pessoas que convivem com HIV/AIDS, bem como serviços de Apoio ao Diagnóstico e tratamento - SADT, Enfermagem, Nutrição, Fisioterapia, Farmácia, Psicologia, Serviço Social e PID.
Realiza em média 110 internações por mês. Para isto, destina sua capacidade de 103 leitos de internação distribuídos em quatro enfermarias compartilhadas; unidade de Terapia intensiva e Isolamentos; além de 16 leitos de observação no Pronto Socorro e 05 leitos em regime de Hospital Dia para pessoas que convivem com HIV/AIDS, atendendo desta forma os princípios finalísticos do Sistema Único de Saúde (SUS), ou seja, Universidade, Equidade e Integralidade da assistência à saúde, com organização dos processos de trabalho e do atendimento através de parâmetros técnicos, éticos, humanitários e de solidariedade.
Conta também com serviços de apoio, tais como: Serviço de Análises Clínicas e Microbiológicas; Comissão de Controle de Infecção Hospitalar; Serviço de Suporte Nutricional e Dietético; Serviço de Assistência Farmacêutica; Serviço de Diagnóstico por Imagens; Serviço de Assistência Social; Residência Médica em Infectologia; Serviço de Enfermagem; Serviço de Fisioterapia.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)