Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Papa condena consumismo durante Missa do Galo

O globo - Na Missa do Galo, celebrada pelo Papa Francisco na véspera deste Natal, o pontífice conclamou o 1,2 bilhão de católicos ao redor do mundo a não se “intoxicarem” com o consumismo e o hedonismo. Durante sua homilia — o momento de explicação do evangelho — na missa realizada à meia-noite na Basílica de São Pedro, Francisco pediu sobriedade aos cristãos, que devem inspirar suas vidas em Jesus, que “nasceu na pobreza em uma manjedoura apesar de sua divindade”.
Com a voz um pouco rouca devido a uma gripe contraída na semana passada, o líder da Igreja Católica teve sua fala acompanhada, in loco, por cerca de 10 mil pessoas.
— Em uma sociedade tão frequentemente intoxicada pelo consumismo e pelo hedonismo, riqueza e extravagância, aparências e narcisismo, [Jesus] nos chama a agir com sobriedade. Em outras palavras, de uma maneira simples, equilibrada, consistente, capaz de ver e fazer o que é essencial — afirmou ele.
O Papa também destacou a importância de uma relação saudável entre as pessoas.
—Em meio a uma cultura da indiferença que, não raro, se torna cruel, nosso estilo de vida deve ser devoto, cheio de empatia, compaixão e misericórdia, sentimentos retirados diariamente da fonte da oração — ressaltou Francisco.
Embora tenha discursado várias vezes ao longo do ano sobre a crise dos refugiados, o pontífice não abordou o tema em sua homilia, como muitos esperavam. Em setembro, ele foi enfático ao pedir que todos os religiosos da Europa oferecessem abrigo aos refugiados.
A segurança na Basílica de São Pedro foi reforçada, e todos os fiéis tiveram que passar por detector de metais.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)