segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Médico é agredido por paciente em unidade de saúde de Goianinha

Novo jornal - Uma nova agressão contra um médico foi registrada no Rio Grande do Norte. No fim da manhã desta segunda-feira (28), um homem de 65 anos desferiu um soco no rosto do médico plantonista identificado apenas como Neguita, de 57 anos, nas dependências do Hospital Municipal de Goianinha.
De acordo com o chefe de operações da Polícia Civil de Goianinha, Renato Dias, a agressão aconteceu após o médico pedir para que o senhor de 65 anos esperasse a sua vez de ser atendido. O agressor, por sua vez, havia se queixado de dores no peito, que já duravam desde a noite passada, e solicitava urgência no atendimento.
“O médico disse que se ele tava com dor desde ontem, devia ter vindo ao hospital na noite passada e que esperasse para ser atendido. Foi ai que o idoso deu um soco na boca do médico”, afirmou Renato Dias.
Após a agressão, seguranças do hospital foram acionados para apaziguar a situação e evitar maiores tumultos na unidade de saúde. A Polícia Militar chegou em seguida.
Alegando dores, o idoso, que ainda não teve sua identidade revelada, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) de Goianinha e conduzido ao Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim. Neguita, o médico, foi levado à Delegacia Civil de Goianinha, onde prestou depoimento, fez exame de corpo de delito e, posteriormente, foi liberado.
Esse é o segundo caso registrado de agressão contra profissionais de medicina em menos de um mês no estado. No último dia 4, o administrador Guilherme Faria agrediu o também médico plantonista Antônio Andrade no posto de saúde de Tibau do Sul, no litoral sul do Rio Grande do Norte. O caso ganhou grande repercussão após o vídeo da agressão ter sido postado nas redes sociais.