terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Homem que agrediu médico é liberado após fiança e está proibido de se aproximar da vítima

Tribuna do Norte - Francisco Rodrigues de Souza Irmão, de 65 anos, está impedido de se aproximar de um médico agredido por ele ontem (28), no Hospital Municipal de Goianinha. O idoso, que buscava atendimento no local, foi preso e liberado somente após pagamento de fiança. Ele poderá responder ao processo em liberdade.
caso ocorreu na manhã de ontem, quando Francisco Rodrigues foi à unidade de saúde se queixando de dores na barriga. O médico que estava no plantão, de 59 anos de idade, teria dito que o idoso aguardasse a vez para ser atendido e que, se ele já sentia as dores há mais tempo, deveria ter procurado o atendimento antes. A resposta teria irritado o paciente, que agrediu o médico com um soco. Ele foi contido por pessoas que estavam na unidade e a polícia foi acionada.
Na delegacia, o médico agredido relatou o caso e prestou queixa, enquanto o idoso foi levado para uma UPA em Parnamirim, onde foi atendido. "O idoso, realmente, tinha a saúde debilitada. Ele tem câncer e já havia passado por outras cirurgias delicadas", explicou o delegado de Goianinha, Wellington Guedes.
Após o atendimento, o idoso foi levado à delegacia, onde foi autuado em flagrante por lesão corporal, ameaça e desacato. Com isso, só foi liberado após o pagamento de fiança e responderá ao processo em liberdade.
"Apresentei a medida cautelar para que ele fique impedido de se aproximar do médico e que compareça periodicamente para relatar suas atividades", explicou o delegado.