Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Governo veta inclusão de Goianinha e Arez na Região Metropolitana de Natal

Portal no Ar - O governador Robinson faria (PSD) vetou, nesta quarta-feira (23), o Projeto de Lei que inclui as cidades de Goianinha e Arez na Região Metropolitana de Natal, de autoria do deputado estadual Dison Lisboa (PSD), aprovado no dia 15 deste mês.
O primeiro argumento foi de que o Projeto não alterou a Lei Complementar que cria a Região Metropolitana e nem o Conselho de Desenvolvimento Metropolitano, deixando a Lei, tecnicamente, sem valor legal.
 “Com efeito, o Direito Positivo necessita expressar-se de forma tecnicamente adequada, isto é, por meio de uma linguagem apta a permitir que a correspondente regra legislativa ingresse no sistema jurídico de modo racional e sistemático, facilitando assim a correta aplicação pelo Poder Público, bem como o cumprimento voluntário pelos cidadãos”, diz o veto.
A segunda razão exposta pelo governo para vetar a proposta foi de que é preciso haver, de acordo com a Constituição, “a inequívoca existência de espaços integrados com perfil fortemente urbanizados” para que os municípios sejam inseridos na Região Metropolitana. Como Arez e Goianinha não têm essas características, o governo considerou o pedido inconstitucional.
A área Metropolitana de Natal é atualmente composta, além da capital, por  Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Ceará-Mirim, São José de Mipibu, Nísia Floresta, Monte Alegre, Vera Cruz, Maxaranguape e Ielmo Marinho.
Dison buscava reunir vantagens aos dois municípios. De acordo com ele, uma vez incluídos, a integração regional com as demais cidades seria facilitada, bem como a gestão do desenvolvimento urbano aperfeiçoada, com as políticas públicas definidas em conjunto.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)