Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Acusado de golpe da pirâmide é candidato a deputado federal

gazetaonline - Ao registrar candidatura, Carlos Costa disse ter R$ 13 milhões em bens, que estão bloqueados pela Justiça.
Acusado de ser coautor de um dos maiores golpes de pirâmide financeira da história, o empresário Carlos Roberto Costa, diretor e sócio da capixaba Ympactus Comercial, a Telexfree brasileira, é candidato ao cargo de deputado federal pelo Partido Republicano Progressista (PRP).
Costa, que é alvo de uma ação civil pública no Acre e de um inquérito criminal no Espírito Santo por crime contra a economia popular, declarou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ter mais de R$ 13,5 milhões em patrimônio. Com isso, ele é um dos candidatos mais ricos desta disputa eleitoral. Não consta na Justiça Eleitoral quanto ele pretende gastar nestas eleições.
Nos Estados Unidos, ele é apontado como o idealizador da fraude que ultrapassou fronteiras e pode ter movimentado US$ 1,2 bilhão (cerca de R$ 3 bilhões).
Os bens com valores mais altos são da participação societária na VoxBras (Simternet Tecnologia da Informação LTDA) de R$ 2 milhões. A empresa, que é de Cachoeiro de Itapemirim, atua no setor de telecomunicações e foi comprada pela Ympactus meses antes do bloqueio da Telexfree no Brasil. Ele também declarou ao TRE ter pegado um empréstimo com a filha Letícia Costa, de 20 anos, estudante de Direito, no valor de R$ 1,5 milhão.
Parte dos bens declarados por Costa foram considerados indisponíveis pela Justiça do Acre, em junho do ano passado, e não podem ser desfeitos nem vendidos. Dinheiro, imóveis e fundos de investimentos foram sequestrados para pagar vítimas da Telexfree, estimadas em mais de um milhão de pessoas, caso seja comprovado que a empresa atuava de maneira fraudulenta.
Além dos bens congelados, Costa, em maio deste ano, teve dois carros penhorados por um juiz de Cariacica para pagar associados da empresa que entraram com ações individuais, pedindo a devolução do dinheiro aplicado na Telexfree. Os automóveis são um Kia Soreteo, de R$ 132 mil, e uma Mercedes Benz de R$ 219 mil. Caso o empresário não quite as dívidas, os veículos serão leiloados.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)